02/12/2016

Avaliar a leitura com dispositivos móveis


Nos dias 25 e 28 de novembro, duas turmas de 7.º e de 9.º ano realizaram testes de verificação da leitura, utilizando os tablets da BE.
As docentes de Português, prof.ª Beatriz Santos e Cândida Ventuzelos, aplicaram nas turmas 7.ºB e 9.ºB, respetivamente, um conjunto de questões para avaliação da leitura recorrendo aos tablets.
Após abordagem, em sala de aula, das obras “O Cavaleiro da Dinamarca”(7.º ano) e “O fantasma de Canterville" (9.º ano) solicitaram o apoio da biblioteca para a utilização dos dispositivos móveis.
A recetividade dos alunos à atividade foi muito boa e, no final, mostraram vontade de repetir!

25/11/2016

LXIV Encontro de Leitura



No dia 25 de novembro, tocou outra vez a rebate, na Escola Nadir Afonso, para mais um Encontro de Leitura.

O tema “O mundo, nós e os outros” juntou toda a comunidade para ouvir ler miúdos e graúdos.

Com a biblioteca “à pinha” leram-se textos e poemas de diversos autores, que nos ajudaram a refletir sobre “este mundo” que está muito para além do nosso “pequeno mundo” do qual fazemos parte, sobretudo nós, portugueses, que demos “novos mundos ao mundo” e que somos considerados os primeiros globalizadores.

 


Literacia 3D - 7.º ano

Decorreu entre 21 e 25 de novembro a iniciativa LITERACIA 3D, lançada pela Porto Editora, e o nosso agrupamento inscreveu-se neste desafio nacional dirigido aos alunos dos 2.º e 3.º ciclos do Ensino Básico de todo o país.

Na Escola Secundária Dr. Júlio Martins, os docentes de Ciências Naturais envolveram as suas turmas do 7.º ano, com o propósito de avaliarem as competências dos seus alunos no domínio da literacia científica.

As provas interativas foram disponibilizadas através da plataforma online Escola Virtual e os alunos concorreram na biblioteca escolar, que trabalhou colaborativamente com  os referidos professores na preparação do espaço e dos equipamentos necessários, bem como à orientação dos alunos durante a prova.











Parabéns a todos os concorrentes e respetivos docentes de Ciências Naturais, pela adesão a mais um desafio!





22/11/2016

A Insustentável Leveza do Ser, de Milan Kundera, e Viagens Submersas, de Rui Sousa

Mais uma vez, no dia 22 de novembro, aconteceu um livro… A Insustentável Leveza do Ser, de Milan Kundera, e Viagens Submersas, de Rui Sousa

Perante um auditório concentrado e curioso, composto pelas turmas 12.ºA, B e C, foi com particular deleite que a professora Olívia Dias falou da obra kunderiana. Deu especial ênfase ao mito do eterno retorno, à dicotomia peso e leveza, explorando diversas temáticas pertinentes para a formação integral do aluno.
Por outro lado, ouviram, da boca do escritor e professor Rui Sousa, excertos da sua obra e ainda alguns poemas, que ele vai escreve a partir das suas vivências e da observação de situações quotidianas.
O tempo que se perde ganha-se e, por uma astúcia da razão, o caminho mais curto nunca é em linha reta” e, trazer os alunos da sala de aula e mostrar-lhes a importância do livro, relacionando e refletindo sobre saberes de várias áreas, foi muito gratificante e proveitoso.
Os alunos e professores gostaram muito desta combinação, entre dois autores tão diferentes e tão iguais, mas ambos com uma escrita ímpar e que, juntos nesta sessão tão bem orientada, despertaram nos presentes o desejo de voltar à leitura da obra destes escritores.



Obrigada, professora Olívia e professor Rui, por esta aula tão interessante e rica!



Os Direitos das Crianças

Foi na sexta-feira, dia 18 de novembro, que o nosso agrupamento teve o privilégio de receber uma comitiva da Amnistia Internacional Portugal, para duas sessões sobre os Direitos das Crianças, resultado de um trabalho conjunto entre o AEJM e o grupo local da AI - Grupo 36|Chaves.

De manhã, na escola Nadir Afonso, Pedro Pedrosa, do cogrupo sobre os Direitos das Crianças, conheceu os alunos das turmas 6.ºC, D e Ee, colocando-lhes questões simples sobre situações que acontecem diariamente, consigo ou das quais têm conhecimento através da comunicação social, provocou a reflexão e o diálogo sobre os direitos e deveres de cada um.
Ao longo da sessão os alunos colocaram, também, algumas dúvidas e perguntas e, no final, o Pedro transmitiu a sua experiência como voluntário num dos campos de refugiados na Grécia. Falou, particularmente, da situação das crianças refugiadas, vítimas de uma guerra que não provocaram e de leis feitas por adultos, que todos os dias são desrespeitadas.


À tarde, na escola Júlio Martins, Almeida dos Santos orientou uma sessão para as turmas 7.ºB, 7.ºF e 11.ºA. Expôs, através de uma apresentação multimédia, os direitos das crianças e respetivos referenciais, destacando as situações ilícitas, tão frequentes, e apontando meios e organismos a quem apelar para denúncia ou pedido de ajuda.
Após várias intervenções e esclarecimentos, deu-se por encerrada esta ação sobre os direitos das crianças que pretendia informar, promover o diálogo e a reflexão, fortalecer competências e, sobretudo, tornar os nossos alunos mais atentos e sensíveis a situações de violação dos direitos humanos.


Em nome do nosso agrupamento, agradecemos mais uma vez a disponibilidade e trabalho da Amnistia Internacional em prol da educação e dos direitos humanos.


21/11/2016

Articulação com a Equipa de Saúde Escolar – Postura Corporal

Dinamizaram-se, nos dias 15 e 16 de novembro, na Biblioteca Escolar da EBSCT, para os alunos do 1.º ano de escolaridade, quatro sessões de sensibilização com o propósito de ensinar a ter uma postura corporal correta. Nestas sessões, a enfermeira Olga Teixeira alertou os alunos para a necessidade de adotar posturas que promovam o correto e adequado alinhamento do corpo, quando este se encontra nas posições de sentado, em pé ou deitado
A colocação e transporte das mochilas e material escolar também foram objeto de demonstrações por parte da enfermeira, por forma a minimizar os efeitos de posturas incorretas e movimentos inadequados que podem ter consequências futuras no desenvolvimento global e harmonioso do corpo.
No final, foi projetado um filme para os alunos visionarem as várias situações de posturas corretas a adotar, nas mais diversas situações do quotidiano.
Obrigada à equipa da Saúde Escolar que, uma vez mais, se prontificou a esclarecer os nossos alunos e a contribuir para criação de hábitos de uma  correta postura corporal.